Não Aceito Devolução

Existe um artigo, publicado em março desse ano, intitulado “E Deus fez a mulher” que ao que parece, poucos leitores do sexo masculino entenderam o contexto.
Algumas workaholic também não.
No inicio da criação, quando o Criador deu de presente a natureza e ao homem que já ali existia o seu par, este se encantou com tão bela figura e passaram a dividir bons momentos.
Com o passar do tempo, procura o homem ao Criador e diz que quer devolver o presente, pois essa mulher que lhe foi dada como complemento, está assumindo um papel de comando em seu paraíso particular, fala demais, rí a toa porem também chora a toa, sem que ele saiba os motivos e isso lhe foge do controle, rouba para si a atenção de toda natureza existente, pega pra si o perfume que antes era exalado para que todos usufruíssem e ele se sente incomodado com tamanho poder que tem essa femea, mesmo sendo frágil fisicamente. Se questiona que ser é esse e não quer mais dividir seu paraíso.
Diz o Criador, ta bom, tem certeza do que quer? mande-a de volta para mim, porque aqui no céu sempre haverá espaço para essa criatura, mesmo que ela apronte poucas e boas por ai.
E é feito.
Em algumas semanas o homem procura novamente o Senhor e pede a mulher de volta.
Por que ? pergunta o Criador.
Ahhhhh……. percebi que a vida lá em baixo não tem mais graça. Tudo é silencio, tudo é sem cor, tudo é previsível, sem oscilações, sem alegria, sem algo pra me fazer pensar e impulsionar a evoluir…
Que será da evolução humana?
O Senhor pensa bastante, fica penalizado do pobre homem que sem a mulher não é nada, e decide devolve-la.
Porem, coloca um senão.
Não aceito devolução.
Cuide dela, porque a partir de agora ela é de sua inteira responsabilidade. Topa?
Topo.
Então caros amigos que acompanham o artigo, alguem pode explicar porque o homem se esquece de seu compromisso?
Foi lhe dado o direito de escolha, e ele escolheu.
Quando esta com sua mulher, quer mais . Quando esta sem ela, pede de volta. Vai entender.
Seria esse o motivo que em se sentindo não cuidadas, ou cuidadas de forma prepotente, as mulheres saíram em busca de tanta evolução em sentido de comando?
Algumas até extrapolaram nisso, se igualando a aquilo que condenam.
Mas será que se os homens as tivessem tratadas como iguais, respeitando sua forma exótica de ser, elas não teriam evoluído de forma diferente e menos agressiva?
Fato é que um sem o outro, em ambos os casos, se buscam.
Ele porque pediu de volta.
Ela porque foi dada em transigência.
Então melhor refletir sobre essa necessidade mutua e acabar com essa troca incontrolavel entre parceiros, que descaracteriza totalmente a finalidade do relacionamento homem/mulher.
Não da pra cuidar de quem a gente passa uma noite, nem pra ser cuidada por quem a gente se entrega de forma fugaz.

Vagner Crepaldi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s