Vida

Vida.
Alguns dão extrema importância, outros a desprezam, outros brincam com ela e alguns nem sabem que estão dentro dela.
Estava pensando se pudesse criar um dialogo com essa Senhora que nos mantém tão aficionados na barra da sua saia.
Perguntaria  porque parece que ela gosta de brincar conosco, revogando quaisquer decisões ou direções que tomamos, ao seu bel prazer.
Escolhemos caminhos, diretrizes, pessoas, fazemos planos e insistimos em investir nisso tudo com o melhor que podemos oferecer a ela e de repente ela vira tudo do avesso, sem que possamos sequer opinar ou forçar uma volta ao que achávamos que tínhamos nas mãos.
Mas que coisa.
Puxa vida, vida.
Afinal o que quer de nós?
As vezes acho que você é sábia, as vezes age por impulso, em alguns momentos brinca conosco e em outros chega a ser arrogante, mostrando da pior forma que não temos poder nenhum sobre você.
Nos oferece bons empregos, bons amores, boa família, bons amigos e nos permite vivenciar grandes momentos de felicidade junto a tudo isso.
E por mais que queiramos segurar o que você nos proporciona , quando você entra naqueles períodos de loucura ou de justiça, não sei bem identificar, como se estivéssemos numa roda gigante a coisa muda de uma forma que nos deixa totalmente impotentes de reação.
Como agir então para um minimo de acordo ou consenso com você, vida?
Pensamos que somos seus senhores e nem sequer percebemos que a realidade é bem outra.
As vezes tenho a impressão de que você dá com uma mão e em seguida tira com a outra .
Você manda.
Será que você, vida, não passa de uma brincadeira? Quanto mais pegamos pesado com você, mais  mostra que nosso poder de manipula-la é inútil.
Se eu deixo você me levar, sou inconsequente e me livro de responsabilidades. Onde chegarei com isso?
Se eu quero direciona-la, você se mostra mais forte que eu.
Precisamos entrar num acordo.
Eu passo a viver de acordo com suas normas e você me ajuda a ser mais leve e perspicaz , não dando importância a coisas e pessoas que não merecem isso e assim sendo não precisará ser tão drástica em me fazer aprender certas coisas usando de seus métodos as vezes rudes demais.
Saiba que tem horas que dói demais aprender com você e seus métodos.
Mas se não der, se você não topar, quero que saiba nessa nossa conversa, que você é apenas mais uma, ok?
Outras já passaram e se foram e outras virão, porque você um dia acaba, mas eu não.
Por isso, vamos devagar com os ensinamentos e aprendizados. Respeite meus limites enquanto estou em você.
Se não conseguir agora com certeza outra vida virá e me dará novas chances.
Dito isso, que fique claro que eu te amo, vida, e não abro mão de você por nada nem ninguém desse mundo.
Verdade seja dita, nós nos amamos. Você só quer o que é melhor pra mim.
Quero que fiquemos de mãos dadas até o ultimo fio que nos couber.

Vagner Crepaldi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s